Pelo partido se conhece o tamanho do ladrão ?

Compartilhe este texto:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Me confidenciou certa vez um amigo, cujo nome não revelarei nem sob tortura, que o PDT era um partido de pequenos ladrões – pois, onde quer que assumisse o poder, imediatamente sumiam coisas como máquinas de escrever em repartições.

Sabemos, ao mesmo tempo, que a elite da rapinagem nacional (refiro-me, é claro, à turma das contas suíças) há muito já superou o estágio do apego a bens materiais, preferindo a discrição e a flexibilidade do dinheiro eletrônico internacional.

Ironicamente, Lula foi pego por causa de seu persistente apego a coisas palpáveis, como imóveis e objetos que, para serem mantidos longe da vista de bisbilhoteiros, precisam ser guardados em depósitos e cofres.

Espero que, na continuidade das investigações da Lava Jato, não usem isto como desculpa pela maior morosidade no rastreamento dos capitais voláteis do que dos agrados acumulados pelo até então bastião moral do PT durante um par de mandatos presidenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *